Acompanhamento Psicopedagógico

Acompanhamento Psicopedagógico


Para muitos alunos, aprender nem sempre é uma tarefa fácil. Ao longo do caminho da aprendizagem podem surgir obstáculos significativos, que comprometem o rendimento e a personalidade escolar dos alunos.

Um menor rendimento escolar constitui um desgaste a vários níveis, não só para os alunos, mas também para os seus pais. Estas dificuldades interferem com a capacidade que o cérebro tem em receber, processar, armazenar, responder e comunicar informação.

Principais dificuldades sentidas pelos alunos:

  • Gestão do tempo de estudo e/ou das tarefas escolares;
  • Armazenamento e recuperação da informação a partir da memória;
  • Desmotivação;
  • Capacidade de resiliência;
  • Atenção e concentração;
  • Interpretação de textos e matérias;
  • Criatividade;
  • Autonomia e responsabilidade;
  • Métodos de estudo;
  • Autoestima escolar;
  • Rendimento escolar;
  • Desorganização mental e de material de estudo;
  • Ausência de rumo a seguir;
  • Gestão emocional;
  • Entre outras.

Os pais, muitas vezes, não sabem quais os melhores métodos para ajudar os filhos a ultrapassarem os seus medos e inseguranças, que os conduzem a sentimentos de frustração e angústia.  

O que, por norma, mais preocupa os pais:

  • Notas/negativas;
  • Queixas e preocupações transmitidas pelos professores;
  • Desmotivação e frustração sentida pelos filhos;
  • Ausência de rotinas escolares;
  • Impotência no seu papel de cuidadores;
  • Observar os filhos “perdidos”;
  • Prolongamento no tempo de anos seguidos de insucesso escolar.

Quando essas dificuldades se agravam e os pais, sozinhos, já não conseguem ajudar os filhos a ultrapassá-las, é o momento de agir e de procurar soluções. Recorrer ao Acompanhamento Psicopedagógico não é um sinal de fracasso, mas sim, uma decisão corajosa, consciente e madura.

É importante que pais e filhos saibam que não estão sozinhos neste processo e que existem soluções e estratégias que podem ser adotadas. O Acompanhamento Psicopedagógico vai ajudar o aluno a superar as dificuldades sentidas e acompanhá-lo durante o seu percurso, até voltar a alcançar sucesso escolar.

Principais objetivos do Acompanhamento Psicopedagógico:

  • Promover uma atitude positiva perante o estudo;
  • Promover a motivação e a capacidade de resiliência;
  • Estimular a atenção e a concentração;
  • Estimular a responsabilidade e a autonomia;
  • Melhorar a relação da tríade: aluno / escola / família;
  • Melhorar os hábitos e métodos de estudo;
  • Otimizar a gestão do tempo;
  • Preparar o aluno para testes e exames;
  • Estimular a inteligência;
  • Desenvolver a capacidade de raciocínio verbal e matemático;
  • Treinar a memória;
  • Planificar o estudo de forma eficaz;
  • Desenvolver estratégias e competências face aos objetivos propostos;
  • Estimular a criatividade;
  • Promover competências de autoconhecimento e autoavaliação;
  • Estimular competências afetivo-emocionais (autoestima, autonomia, autoconfiança, identidade);
  • Promover exercícios de relaxamento e de controlo de ansiedade.

Como se processa?
O ponto de partida passa por escutar ativamente os pais, o aluno e os professores, com o objetivo de compreender a raiz das dificuldades que conduziram o aluno ao insucesso. A partir desse conhecimento aprofundado, define-se o Plano de Intervenção a trabalhar com o aluno, em função das suas características psicológicas, escolares, emocionais, entre outras.

O Plano de Intervenção é revisto e/ou readaptado com regularidade, em função das aquisições e rendimento que o aluno vai revelando. O acompanhamento é feito numa base semanal, para que possa haver consistência na metodologia de trabalho planeada.

 



2019 © Maria Pinto  //  Site desenvolvido por Luis Bernardo