PNL – Programação Neurolinguística

PNL – Programação Neurolinguística


No nosso dia-a-dia a comunicação está sempre presente, seja de forma oral ou até mesmo corporal. É impossível não comunicar. Mesmo que estejamos em silêncio, estamos sempre a comunicar, nem que seja connosco próprios. De que forma o fazemos? Somos assertivos? Somos claros? Somos tensos? O que dizemos a nós próprios e aos outros?

A PNL assenta num conjunto de ferramentas e técnicas que avaliam e promovem a forma como comunicamos. O que comunicamos tem por base o que aprendemos. Aprendemos através dos 5 sentidos e damos sempre preferência a 1/2 dos sentidos nessa aprendizagem. Os 5 sentidos vão influenciar as nossas emoções e, por consequência, vão criar sensações físicas. Quando algo acontece com frequência, associamos esses acontecimentos a episódios já ocorridos e criamos as nossas crenças que podem ser limitadoras. Agimos, muitas vezes, influenciados por essas crenças, daí a importância de desmistificar o que aprendemos e dar uma nova visão aos acontecimentos.

A PNL vai permitir aprender e comunicar de forma diferente e mais bem-sucedida. Decompondo a expressão: NEURO refere-se à neurologia e envolve a mente e como pensamos; LINGUÍSTICA refere-se à linguagem, como a usamos e como ela nos afeta; PROGRAMAÇÃO refere-se à forma como a linguagem cerebral é programada e promove ações para alcançar resultados.

Por outras palavras, a PNL é como aprender a linguagem da nossa mente. Se não soubermos comunicar de forma eficaz o que queremos, não vamos ser compreendidos, logo, entropias connosco próprios e com os outros vão ser uma constante.

A PNL é uma excelente aliada nos processos de Coaching, que visam a implementação de um plano de ação que pretende conduzir a pessoa do ponto A para o Ponto B. A projeção do plano de ação implica um diálogo interno e externo que será fortalecido com as estratégias defendidas pela PNL.



2019 © Maria Pinto  //  Site desenvolvido por Luis Bernardo